Manual de introdução à prática filosófica

Autores

Philippe Lacour
Universidade de Brasília (UnB)
Maria Cecília Pedreira de Almeida
Universidade de Brasília (UnB)
https://orcid.org/0000-0003-3099-0060
Gilberto Tedeia
Universidade de Brasília (UnB)
https://orcid.org/0000-0001-5588-7479
Palavras-chave: Filosofia, Escrita filosófica, Conceitos filosóficos

Sinopse

Este livro é um convite à iniciação em filosofia. Organizado por professores experientes e atentos ao contexto brasileiro, concentra-se na prática sistemática da leitura, da escrita e da fala, propondo um conjunto de exercícios introdutórios, articulados em questões que se abrem à percepção e à construção de argumentos, à composição e à exposição de comentários e dissertações. Nesse passo a passo das técnicas de base – frequentando autores como Platão, Leibniz, Kant, Bergson, Freud e Camus –, o iniciando em filosofia chega a tópicos mais avançados de apresentação escrita e de exposição oral. Desde logo, contudo, é chamado a pensar por si mesmo, a fazer uso de seu próprio entendimento e a tomar a palavra em diálogos formadores com certa tradição crítica da filosofia e das humanidades. A obra oferece uma resposta à necessidade de manuais práticos em filosofia, pois o acesso a experiências consolidadas em sala de aula é do interesse de estudantes e professores. É preciso dizer que, em tempos adversos como os que vivemos no Brasil, este livro vem a público como um passo importante para instituirmos, juntos, o nosso direito à formação.

Silvio Rosa Filho
Professor de filosofia – Unifesp

Capítulos

  • Apresentação: por que este manual?
  • Introdução: por que praticar a filosofia?
  • 1 Escrever
  • 2 Ler
  • 3 Falar
  • Referências
  • Glossário: vocabulário filosófico básico

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ARANHA, Maria Lucia de Arruda e Martins, Maria Helena Pires, Filosofando. Introduçao a filosofia, São Paulo : Editora Moderna, 2009.

ARISTOTELES. Metafísica, Ética a Nicômaco, Poética. São Paulo: Abril Cultural, 1984.(Coleção « Os Pensadores»).

BERGSON, H. Cartas, conferências e outros escritos. 2 edição. Tradução de Franklin Leopoldo e Silva, Nathanael Caxeiro. São Paulo: Abril Cultural, 1984. (Coleção « Os Pensadores »).

CAMUS, Albert. O homem revoltado. Trad : Valerie Rumjanek. Rio de Janeiro, São Paulo: Editora Record, 2011.

CHAUI, Marilena. Convite à filosofia, Sao Paulo, editora : Atica, 2011.

DELEUZE, G. Le bergsonisme, Paris, PUF, 2014, p. 10.

GRANGER, G.G. « Conditions protologiques des langues naturelles », in Formes, opérations, objets, Paris, Vrin, 1994, cap. 5.

HOBBES, Leviatã. São Paulo : Abril Cultural, 1984. (Coleção « Os Pensadores »).

HUGO, Victor, Os miseráveis . São Paulo : Seguinte, 2014.

HUME, David. Investigação sobre o entendimento humano. São Paulo: Abril Cultural, 1973. (Coleção « Os Pensadores »).

KANT, I. Idéia de uma história universal sob o ponto de vista cosmopolita. Trad. Artur Morão. Lisboa : Edições 70, 1994.

KANT, I. Crítica da razão pura. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2001.

KANT, I. Resposta à pergunta: “Que é o Iluminismo?” Trad. Artur Morão. [Disponível em : www.lusofia.net. Acesso em 21.05.2019])

LOCKE, J. Ensaios sobre o entendimento humano. São Paulo : Martins Fontes, 2012.

PLATÃO, A República. Lisboa : Fundação Calouste Gulbenkian, 2001.

ROUSSEAU, JJ. Emílio ou Da educação. Rio de Janeiro : Bertrand Brasil, 1995.

ROUSSEAU, J.J. Do contrato social. São Paulo : Abril Cultural, 1983. (Coleção « Os Pensadores »).

SAVIAN FILHO, Juvenal, Filosofia e filosofias. Existência e sentidos, Sao Paulo, Autêntica, 2016.

SHOPENHAUER. Metafísica do amor, metafísica da morte. Trad: Jair Barboza. Revisão técnica: Maria Lúcia Mello Oliveira Cacciola. São Paulo: Martins Fontes, 2000.

VELOSO, Cláudio William. Pourquoi la Poétique d’Aristote. Diagogè, Paris, Vrin, 2018.

Capa para Manual de introdução à prática filosófica
Publicado
outubro 20, 2020

Detalhes sobre essa publicação

ISBN-13 (15)
978-65-5846-046-6
Bookmark and Share