Viver o jornalismo : a entrevista no dia a dia da profissão

Autores

Thaïs de Mendonça Jorge
Universidade de Brasília (UnB)
https://orcid.org/0000-0002-7995-7838

Sinopse

A professora Thaís de Mendonça Jorge comprova ser uma artista. Em Viver o jornalismo: a entrevista no dia a dia da profissão, apresenta a teoria da entrevista como método, instrumento, exper/rse profissional, classifica seus princípios e explica pedagcgicamente como fazê-la. Além disso, oferece um passo a passo, desde o contato com a fonte, a preparação e o comportamento do repórter diante do entrevistado. Como opção sublime, a autora trata a entrevista como arte-tornando-se assim seguidorada Escola de Heródoto -. memória e narrativa oral da história. Os 12 textos aqui mostrados, que ela teceu ao longo da carreira como repórter, envolvem personalidades brasileiras do relevo de Drummond. Elis Regina. Ziraldo. Jaguar. Raul Cortez. Tony Ramos. Caetano Veloso, Sônia Braga e Joel Silveira. A autora abre o banquete servindo-nos o que tem de melhor: uma conversa com Darcy Ribeiro. Foi a última entrevista do mais genial rntórpretc do povo brasileiro. Eis que vos apresento, prezados leitores. Viver o jornalismo: a entrevista no dia a dia da profissão Aprendam e saboreiem.

Capítulos

  • Prefácio
  • Apresentação
  • PARTE I – MÉTODO, INSTRUMENTO, ARTE
  • Capítulo 1 - Dos bordéis aos palácios
  • Capítulo 2 - Entrevistar, verbo transitivo
  • Capítulo 3 - Tipos de entrevista
  • Capítulo 4 - Como fazer uma entrevista
  • PARTE II – ENTREVISTAS HISTÓRICAS
  • Capítulo 5 - Darcy Ribeiro: a última entrevista
  • Capítulo 6 - Elisa Rosa da Conceição: canto e moda de viola
  • Capítulo 7 - Caetano Veloso: polêmica na veia
  • Capítulo 8 - Joel Silveira: crème de la crème da boa prosa
  • Capítulo 9 - Sônia Braga: nua em Paraty
  • Capítulo 10 - Carlos Drummond de Andrade: noite de famosos e anônimos
  • Capítulo 11 - Tony Ramos: artista de duas faces
  • Capítulo 12 - Wilson Machado: capitão do Riocentro
  • Capítulo 13 - Jaguar & Ziraldo: O Pasquim sem festas
  • Capítulo 14 - Elis Regina: pimentinha no Canecão
  • Capítulo 15 - Raul Cortez: sedutor apenas na novela
  • Capítulo 16 - João Marcello Bôscoli: o beijo da mãe Elis Regina
  • Considerações finais
  • Avaliação
  • Referências

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ABRAJI. Joel Silveira: O Víbora. Minidocumentário. Depoimento a Marcelo Beraba e Fernando Molica. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=3smrF-BVETE. Acesso em: 19 set. 2017.

ABRAMO, Perseu. Jornalismo: profi ssão específica ou atividade geral? Folha de S. Paulo, São Paulo, v. 2, p. 296-298, 1987.

ALTMAN, Fábio (org.); LOREDANO, Cássio (ilustrações). A arte da entrevista. São Paulo: Boitempo, 2004.

ARMENTIA VIZUETE, José Ignacio; CAMINOS MARCET, José María. Fundamentos de periodismo impreso. Barcelona: Ariel, 2003.

ASSIS, Francisco. Gênero diversional. In: MELO, José Marques; ASSIS, Francisco. Gêneros jornalísticos no Brasil. São Bernardo do Campo: Umesp, 2010. p.141-162.

AUGÉ, Paul (dir.). Nouveau Larousse Universel: dictionnaire encyclopédique en deux volumes. Paris: 1948. v.1.

BAKHTIN, Mikhail. Os gêneros do discurso. São Paulo: Editora 34, 1997.

BARBOSA, Gustavo Guimarães; RABAÇA, Carlos Alberto. Dicionário de Comunicação. 3. ed. Rio de Janeiro: Campus Elsevier, 2001.

BENNETT, Gordon. A short painless history of the interview. In: BRADY, John. The craft of interviewing. Cincinnati: Writer’s digest books, 1976. p. 220-232.

BICUDO, Francisco. A entrevista-testemunho: quando o diálogo é possível. Observatório da Imprensa, edição 333, 2005. Disponível em: http://www.observatoriodaimprensa.com.br/news/view/a_entrevistatestemunho_quando_o_dialogo_e_possivel. Acesso em: jun. 2015.

BONINI, A.; FERRETTI-SOARES, Vanessa Arlésia de Souza; SILVA JUNIOR, Carlos Borges da Silva; LIMA, Vanessa Wendhausen. Os gêneros do jornal. Florianópolis: Insular, 2014. p. 97-116.

BORBA, Marcelo Silvano. A entrevista. In: BONINI, A.; FERRETTI-SOARES, Vanessa Arlésia de Souza; SILVA JUNIOR, Carlos Borges da Silva; LIMA, Vanessa Wendhausen. Os gêneros do jornal. Florianópolis: Insular, 2014. p. 97-116.

BOTÃO, Alexandre. Gustavo Borges: nadando atrás do ouro. Correio Braziliense, Brasília, 22 abr. 1995, Tipo Assim, p. 9.

BRADY, John. The craft of interviewing. Cincinnati: Writer’s digest books, 1976.

BRASIL. Lei nº 13.104, de 9 de março de 2015. Brasília, DF: Presidência da República [2015]. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2015/Lei/L13104.htm. Acesso em: 26 dez. 2018.

BRUM, Eliane. O olho da rua: uma repórter em busca da literatura da vida real. Porto Alegre: Arquipélago, 2017.

CAMPBELL, W. Joseph. Yellow journalism: puncturing the myths, defining the legacies. Westport (EUA): Greenwood publishing group, 2001.

CAPUTO, Stela Guedes. Sobre entrevistas: teoria, prática e experiências. Petrópolis: Vozes, 2006.

CASCAIS, Fernando. Dicionário de jornalismo: as palavras dos media. Lisboa; São Paulo: Verbo, 2001. In: BORBA, Marcelo Silvano. A entrevista. In: BONINI, A.; FERRETTI-SOARES, Vanessa Arlésia de Souza; SILVA JUNIOR, Carlos

Borges da Silva; LIMA, Vanessa Wendhausen. Os gêneros do jornal. Florianópolis: Insular, 2014, p. 97-116.

CASCUDO, Luís da Câmara. Dicionário do folclore brasileiro. Rio de Janeiro: Ediouro, 1972.

CASTILHO, Carlos. As ousadias da “Dama Cinzenta”. Observatório da Imprensa, n. 946, 19 jun. 2017. Disponível em: http://observatoriodaimprensa.com.br/monitor-da-imprensa/as-ousadias-da-dama-cinzenta. Acesso em: 18 set. 2017.

CHAPARRO, Manuel. Sotaques d’aquém e d’além mar: percursos e gêneros do jornalismo português e brasileiro. Santarém (Portugal): Cortejo, 1998.

COHEN, Patricia Cline. The murder of Helen Jewett. The life and death of a prostitute in nineteenth-century New York. Alfred A. Knopf, Inc. Disponível em: https://www.nytimes.com/books/first/c/cohen-jewett.html. Acesso em: 14 ago. 2017.

COMISSÃO da Verdade ouve dono do carro em que uma bomba explodiu no Riocentro. TV Globo, 31 jul. 2014. Disponível em: http://g1.globo.com/jornal-nacional/videos/t/edicoes/v/comissao-da-verdade-ouve-dono-do-carro-em-que-uma-bomba-explodiu-no-riocentro/3534917. Acesso em: 25 set. 2017.

CORDEIRO, Tiago. Repórter na vida e na morte. Observatório da Imprensa, n. 446, 16 ago. 2007 . Disponível em: http://observatoriodaimprensa.com.br/feitos-desfeitas/reporter-na-vida-e-na-morte. Acesso em: 18 set. 2017.

COSTA, Cristiane. Pena de aluguel: escritores jornalistas no Brasil 1904-2004. São Paulo: Companhia das Letras, 2005.

COSTA, Lailton Alves da. Gêneros jornalísticos. In: MELO, José Marques de. ASSIS, F. (org.) Gêneros jornalísticos no Brasil. São Bernardo do Campo: Umesp, 2010. p. 43-83.

CUNHA, Antônio Geraldo da. Dicionário etimológico Nova Fronteira da Língua Portuguesa. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986.

DARCY comemora 73 anos com jantar no Rio. Folha de S. Paulo, 28 out. 1995. Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br/fsp/1995/10/28/brasil/30.html. Acesso em: 15 set. 2017.

ECHEVARRÍA LLOMBART, Begoña. La entrevista periodística: voz impresa. Salamanca: Comunicación Social, 2012.

ENTREVISTA. In: CUNHA, Antônio Geraldo da. Dicionário etimológico Nova Fronteira da Língua Portuguesa. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1986.

ENTREVISTA. In: FERREIRA, Aurélio B. H. Novo dicionário Aurélio da língua portuguesa. Curitiba: Positivo, 2004.

ENTREVISTA. In: GRAVE, João; COELHO NETTO. Lello. Novo dicionário encyclopédico luso-brasileiro. Porto: Chardron, v.1, 1956. p. 877.

ENTREVUE. In: AUGÉ, Paul (dir.). Nouveau Larousse Universel. Dictionnaire encyclopédique en deux volumes. Paris: 1948, v.1.

ERBOLATO, Mário L. Técnicas de codificação em jornalismo: redação, captação e edição no jornal diário. 3. ed. Petrópolis: Vozes, 1984.

FERREIRA, Aurélio B. H. Novo dicionário Aurélio da língua portuguesa. Curitiba: Positivo, 2004.

GARCIA, Luiz (org.). O Globo. Manual de redação e estilo. São Paulo: Globo, 1992.

GARCÍA MARQUEZ, Gabriel. A melhor profissão do mundo. Observatório da Imprensa, 20 out. 1996. Disponível em: http://observatoriodaimprensa.com.br/primeiras-edicoes/_ed8_a_melhor_profissao_do_mundo. Acesso em: 14 jan. 2019.

GASPARETTO JR., Antonio. Atentado ao Riocentro. Disponível em: http://www.infoescola.com/ditadura-militar/atentado-ao-riocentro. Acesso em: 25 set. 2017.

GRAVE, João; COELHO NETTO. Lello Universal em 2 volumes. Novo dicionário encyclopédico luso-brasileiro. Porto: Chardron. p. 877, v.1.

GUARACIABA, Mirian. Advogado diz que Sepúlveda ignorou Riocentro. Jornal do Brasil, 28 abr. 1988, p.2.

HALPERÍN, Jorge. La entrevista periodística. Buenos Aires: Paidós, 2005.

INTERVIEW. In: MERRIAM Webster’s collegiate dictionary. Massachussets, EUA: 1993, p. 613.

JORGE, Thaïs de Mendonça. Manual do foca: guia de sobrevivência para jornalistas. São Paulo: Contexto, 2010.

JORGE, Thaïs de Mendonça (org.). UnB 50 anos: história contada. A história da Universidade de Brasília contada por seus personagens. Brasília: Editora UnB, 2012.

JORGE, Thaïs de Mendonça; BORGES, Laryssa. Mcdonaldização no jornalismo: o discurso da velocidade. Trabalho apresentado no 27º Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação/Intercom, Porto Alegre, set. 2004.

JORGE, Thaïs de Mendonça; BORGES, Rogério Pereira. Dilema e experimentação em João do Rio: contribuições ao jornalismo e à literatura. Revista Contracampo, Niterói, UFF, v. 7, p. 45-60, 2008.

JORGE, Thaïs de Mendonça; MALTA, Ana Teresa Alves. Proximidade e afastamento: reflexões sobre técnicas de entrevista em tempos de internet. Trabalho apresentado no 13º Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo. Campo Grande: UFMS, 2015.

JORGE, Thaïs de Mendonça. Proximidade e afastamento: reflexões sobre técnicas de entrevista em tempos de internet. Leituras do Jornalismo, v. 6, p. 45-60, 2016.

KOTSCHO, Ricardo. Palestra. São Paulo: Núcleo Piratininga de Comunicação, 2000.

KOVACH, Bill; ROSENSTIEL, Tom. Os elementos do jornalismo. São Paulo: Geração Editorial, 2004.

LAGE, Nilson. A reportagem: teoria e técnica de entrevista e pesquisa jornalística. Rio de Janeiro: Record, 2001.

LAGE, Nilson. Estrutura da notícia. São Paulo: Ática, 1985.

LAGE, Nilson. Notícia, um produto à venda: jornalismo na sociedade urbana e industrial. São Paulo: Summus, 2002.

LAMOUNIER, Carolina Becker. A revista NOVA/Cosmopolitan na história da mídia impressa brasileira. Universidade de Marília, SP, 2016.

LISPECTOR, Clarice. Clarice na cabeceira. Organização e apresentações de Maria Aparecida Nunes. Rio de Janeiro: Rocco, 2012.

LISPECTOR, Clarice; WILLIAMS, Claire (org.). Entrevistas. Rio de Janeiro: Rocco, 2007.

MALTA, Ana Teresa Alves. Proximidade e afastamento: diferenças entre a entrevista pessoal e a distância. Monografia. Faculdade de Comunicação: UnB, 2015.

MANUAL da Redação. Folha de S. Paulo. São Paulo: Publifolha, 2006.

MANUAL Geral da Redação. São Paulo: Folha de S. Paulo, 1987.

MARQUES, Francisca Ester de Sá. O processo de televisamento do texto jornalístico. In: MOUILLAUD, Maurice; PORTO, Sérgio Dayrell (org.). O jornal: da forma ao sentido. Brasília: UnB, 2002.

MARQUES DE MELO, José; ASSIS, Francisco (org.). Gêneros jornalísticos no Brasil. Umesp: São Bernardo do Campo, 2010.

MARRAFA. In: CASCUDO, Luís da Câmara. Dicionário do folclore brasileiro. Rio de Janeiro: Ediouro, 1972.

MARRAFA. Danças e ritmos do Brasil. 2011. Disponível em: https://dancasfolcloricas.blogspot.com.br/2011/07/marrafa.html. Acesso em: 15 set. 2017.

MARTINS, Eduardo (org.) Manual de redação e estilo. O Estado de S. Paulo. São Paulo: OESP, 1990.

MARTINS, Luís. João do Rio: uma antologia. Rio de Janeiro: Instituto Nacional do Livro, 1971.

MAZZUCA, S. Access to power versus exercise of power: reconceptualizing the quality of democracy in Latin America. Studies in Comparative International Development, v. 45, n. 3, p. 334-357, 2010.

MEDINA, Cremilda de Araújo. Entrevista: o diálogo possível. São Paulo: Ática, 2000.

MEDITSCH, Eduardo. O jornalismo é uma forma de conhecimento? Universidade Federal de Santa Catarina, set. 1997. Conferência feita nos Cursos da Arrábida – Universidade de Verão. Disponível em: http://bocc.ubi.pt/pag/meditsch-eduardo-jornalismo-conhecimento.pdf. Acesso em: 28 set. 2017.

MERRIAM Webster’s Collegiate Dictionary. Massachusetts, EUA: 1993.

MORIN, Edgar. A entrevista nas Ciências Sociais, no Rádio e Televisão. In: Linguagem da cultura de massas. Petrópolis: Vozes, 1973.

MUNIZ, Mariana Soares. Conte-me a sua história: relações entre jornalista e fonte por intermédio das redes sociais. Monografia apresentada à Faculdade de Comunicação da Universidade de Brasília. Brasília: UnB, 2013.

NEVES, Carla. Tony Ramos em encontro de nova trama das 6: “Não tenho Instagram. Quero tempo para amar”. Quem, 31 jul. 2017. Disponível em: http://revistaquem.globo.com/QUEM-News/noticia/2017/07/tony-ramos-em-encontro-de-nova-trama-das-6-nao-tenho-instagram-quero-tempo-para-amar.html. Acesso em: 18 set. 2017.

OLIVEIRA, Roberto. Crianças engraxam sapatos e pedem dinheiro a passageiros de Cumbica. Folha de S. Paulo, 6 ago. 2017. Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2017/08/1907586-criancas-pedem-dinheiro-e-engraxam-sapatos-pelo-aeroporto-de-cumbica.shtml. Acesso em: 26 set. 2017.

OTÁVIO, Chico; DUARTE, Alessandra. Trinta anos depois, no mesmo 1º de maio, oficial que participou do atentado no Riocentro tem contrato renovado pelo Exército. O Globo, 27 abr. 2011. Disponível em: https://oglobo.globo.com/politica/trinta-anos-depois-no-mesmo-1-de-maio-oficial-que-participou-do-atentado-no-riocentro-tem-contrato-renovado-pelo-exercito-91107#ixzz4tGJZ1c8b. Acesso em: 25 set. 2017.

OYAMA, Thaís. A arte de entrevistar bem. São Paulo: Contexto, 2009.

PEREIRA JUNIOR, Luiz Costa. A apuração da notícia: métodos de investigação na imprensa. Petrópolis: Vozes, 2006.

PORTARI, Douglas. Repórter velho de guerra. Observatório da Imprensa, 15 fev. 2005.

RANDALL, David. El periodista universal. Madri: Siglo Ventiuno, 1999.

REAL Academia Española. Madrid: Espasa Calpe, 1998, v.1.

REICH, Zvi; GODLER, Yigal. The Disruption of Journalistic Expertise. In: PETERS, Chris; BROERSMA, Marcel (ed.). Rethinking journalism again: societal role and public relevance in a digital age. London: Routledge, 2017, p. 64-80.

REICH, Zvi. Journalism as bipolar interaction expertise. Communication Theory, n. 22, v. 4, 2012, p. 339-358.

RIO, João do. As religiões no Rio. Rio de Janeiro: José Olympio, 2006; Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 1976.

ROSA, Ana Beatriz G. Cardoso. João do Rio ou o indiscreto charme da transgressão. Monografia. Brasília, 2003.

SANTORO, Daniel. Técnicas de investigación: métodos desarrollados en diarios y revistas de América Latina. México: FCA, 2004.

SCHUDSON, Michael. The power of news. Cambridge: Harvard University Press, 1995.

SHERWOOD, Hugh C. A entrevista jornalística. São Paulo: Mosaico, 1981.

SILVEIRA, Joel. A feijoada que derrubou o governo. São Paulo: Companhia das Letras, 2004.

SORAYA, Carvalho. De cambalhotas no mundo. Correio Braziliense, 13 maio 1995. Tipo Assim, p. 9.

TALESE, Gay. Frank Sinatra had a cold. Esquire, Nova York, 1966. Disponível em: http://www.watertownology.com/cold. Acesso em: 29 set. 2017.

TALESE, Gay. Frank Sinatra está resfriado. In: TALESE, Gay. Fama e Anonimato. São Paulo: Companhia das Letras, 2004.

TEMER, Ana Carolina Pessôa. Notícias e serviços: um estudo sobre o conteúdo dos telejornais da Rede Globo. 339 f. Tese (Doutorado em Comunicação Social) – Universidade Metodista de São Paulo, São Bernardo do Campo, 2001.

THOMPSON, Susan. The penny press: the origins of the modern news media, 1833-1861. Northport (EUA): Vision Press, 2004.

TUCHMAN, Gaye. Making news: a study in the construction of reality. Nova York: Free Press, 1978.

WILLIAMS, Claire. LISPECTOR, Clarice; WILLIAMS, Claire (org.). Entrevistas. Rio de Janeiro: Rocco, 2007.

ZAJONC, R. B. Social psychology: an experimental approach. Belmont, Calif.: Wadsworth, 1966. São Paulo: Herder, 1969.

ZAPPA, Regina. Para seguir minha jornada: Chico Buarque. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2011.

Entrevistas

CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE. A última noite. Jornal do Brasil: Rio de Janeiro, 19 ago. 1987, p. 7. Foto: Carlos Hungria.

D. ELISA, 76 anos. Profissão: cantadora (Uma das últimas do Estado do Rio). O Globo, Rio de Janeiro, 14 jan. 1977, p. 45.

ELIS REGINA: Saudades do Brasil. Nova, Rio de Janeiro, 21 abr. 1980.

JOÃO MARCELLO BÔSCOLI. MPB nas veias. Tipo Assim, Correio Braziliense, 6 maio 1995, p. 9.

JOEL SILVEIRA. Rio de Janeiro, julho 1989. Original.

MAJOR WILSON não quer ser importunado. Jornal do Brasil: Rio de Janeiro, 28 abr. 1988, p. 2. Foto: Fernando Lemos.

O MANO CAETANO. Repórter, Rio de Janeiro, ano IV, n. 45, 3 a 6 jun. 1981, p. 12-13. Com Luiz Alberto Bettencourt. Fotos: Chiquito Chaves.

PASQUIM chega à 800a edição. Gazeta Mercantil, Rio de Janeiro, 9 nov. 1984.

RAUL. Não sou estrela. Sou ator. Folha de S. Paulo, São Paulo, 27 jun. 1982. Mulher, ano 1, n. 12, p. 3-4. Fotos: Chico Nelson.

SÔNIA BRAGA. Não se pode privar o mundo desta estrela. Folha de S. Paulo, São Paulo, 23 maio 1982. Mulher, ano 1, n. 7, p. 1-6. Fotos: Chico Nelson.

TONY RAMOS. Carícia, São Paulo, 9. jan. 1977. Original.

Capa para Viver o jornalismo : a entrevista no dia a dia da profissão
Publicado
maio 5, 2020

Detalhes sobre essa publicação

Co-publisher's ISBN-13 (24)
978-85-230-0993-9