Políticas globais e contextos locais: trabalho infantil no Brasil e no Paraguai

Autores

Marcia Guedes Vieira

Sinopse

Neste livro a autora buscou analisar as percepções dos atores brasileiros e paraguaios sobre a implementação de uma política global em uma realidade local e de que maneira pode ocorrer a ressignificação da proposta a partir do diálogo estabelecido entre o global e o local.

O primeiro capítulo discorre sobre as referências teóricas escolhidas para situar o debate acadêmico sobre a relação entre o global e o local. 

O capítulo II apresenta uma contextualização da situação do trabalho infantil no Brasil e no Paraguai e também traz algumas referências sobre a situação socioeconômica e política dos países. Buscou-se contextualizar aspectos políticos relacionados ao país e ao tema da infância no período da implementação do Ipec/OIT, a fim de situar o papel desempenhado pelo programa.

No terceiro capítulo, foram abordados aspectos históricos da criação da OIT e do Ipec e também das convenções relacionadas à idade mínima de admissão ao emprego. Essa parte do estudo inclui ainda um panorama da implementação do programa nos dois países, considerando principalmente suas estratégias de diálogo com os atores locais. O objetivo foi identificar de que maneira o programa se inseriu no momento histórico de cada país. 

No capítulo IV, analisou-se as entrevistas realizadas com base nas categorias identificadas (resistência, adesão, adaptação contextualizada e influência nas políticas públicas). 

Por fim, buscou-se problematizar a implementação de políticas globais em contextos locais, considerando principalmente a percepção de atores sociais que atuam no tema globalizado. A expectativa é que este estudo contribua para um conhecimento e apropriação crítica maiores sobre os processos de discussão que transformam uma questão social em um problema a ser debatido em nível mundial e sobre a maneira como isso pode interferir nas políticas nacionais. 

 

DOI: http://dx.doi.org/10.26512/978-85-230-0940-3

 

Capítulos

  • PREFÁCIO
  • INTRODUÇÃO
  • CAPÍTULO I - A relação global-local
  • CAPÍTULO II - Trabalho infantil no Brasil e no Paraguai em perspectiva comparada
  • CAPÍTULO III - A implementação do Ipec no Brasil e no Paraguai
  • CAPÍTULO IV - A percepção de uma política global pelos atores locais
  • CONCLUSÃO
  • REFERÊNCIAS

Downloads

Não há dados estatísticos.
Capa para Políticas globais e contextos locais: trabalho infantil no Brasil e no Paraguai
Publicado
agosto 23, 2019